quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Teor Invendável


...

hoje vou só de música...
depois posto sobre o niver, q foi lindo, como sempre!


No início
Você era dócil
Era tudo fácil
Nenhum sacrifício
Um amor incrível
Inacreditável
Era tão visível
Um amor viável

Mas ficou difícil
Quase insustentável
Ao virar um vício
Foi inevitável
Ficou tão sofrível
Irrecuperável
E o que era possível virou descartável

Pensei que essa separação talvez fosse amigável
Nem me toquei que entre nós abriu-se um precipício
Toda história de amor de modo inexplicável
Se alterna entre fogo real e fogos de artifício
Nem que eu me vire do avesso consigo entender

Livre não é disponível, teor invendável

Tudo que pude do amor eu tentei escrever
Um sentimento imbatível, pra sempre intocável




Nenhum comentário:

Postar um comentário