sábado, 16 de junho de 2012

Se...

...
E quantos segredos traz
O coração de uma mulher




O amor é feito de paixões
E quando perde a razão
Não sabe quem vai machucar
Quem ama nunca sente medo
De contar o seu segredo
Sinônimo de amor é amar...
Apareci!


Hoje queria escrever um monte de coisas,
e ao mesmo tempo, nada...
Na verdade acho que me faltam palavras... Ou não... O silêncio é melhor mesmo!


A maioria das pessoas (pra não generalizar e escrever TODAS) se questionam demais, porque isso, porque aquilo... E aprendi nessa minha vidinha que Deus deu, que nem tudo tem resposta no momento que queremos, ou precisamos! Apesar de eu acreditar que tudo tem um porque, só que não necessariamente a gente vai descobrir logo, talvez um dia, talvez...
Parei de questionar muita coisa!


Hoje vivo o dia, o momento...


Falar que não crio expectativa, estarei mentindo! Ela aparece sim, muitas vezes, e eu a repreendo.
Aprendi a fazer isso com a roda gigante que é a (minha) vida! E não reclamo! Poderia não aprender e acredito que aí sim seria muito pior!


Também acredito que nada que passamos é 'por acaso', não acredito que ele exista!
Se aconteceu é porque tinha que acontecer.. sendo bom ou ruim, pro seu bem ou nem tanto...
Importante mesmo é aprender a não cometer os mesmos erros, e sim, aprender sempre!


Esse post era pra ser breve, e será!
Se eu colocar tudo o que pensei hoje e o que sinto... Vai dar um texto quilométrico!
Nos próximos posts, continuo desabafando!


Bj
da Li


Recadinho: Queria mesmo era colocar uma música do Nando Reis aqui, mas achei essa do Zé Ramalho tão mais perfeita pro meu momento, que decidi por ela... 


Ninguém sabe dizer
Onde a felicidade está...



(foto by Pati Camillo fev/2010 - meu girassol, SEMPRE meu girassol...)

PEDAÇOS DE MIM


Eu sou feito de
Sonhos interrompidos
detalhes despercebidos
amores mal resolvidos




Sou feito de
Choros sem ter razão
pessoas no coração
atos por impulsão




Sinto falta de

Lugares que não conheci
experiências que não vivi
momentos que já esqueci




Eu sou

Amor e carinho constante
distraída até o bastante
não paro por instante...




(Martha Medeiros) 

...

2 comentários:

  1. Giz

    E mesmo sem te ver
    Acho até que estou indo bem
    Só apareço, por assim dizer
    Quando convém aparecer
    Ou quando quero

    Desenho toda a calçada
    Acaba o giz, tem tijolo de construção
    Eu rabisco o sol que a chuva apagou
    Quero que saibas que me lembro
    Queria até que pudesses me ver
    És parte ainda do que me faz forte
    E, pra ser honesto,
    Só um pouquinho infeliz...

    Mas tudo bem
    Tudo bem, tudo bem...
    Lá vem, lá vem, lá vem
    De novo...
    Acho que estou gostando de alguém
    E é de ti que não me esquecerei


    Li,

    Valeu o dia!!!

    ResponderExcluir
  2. Seja bem vinda novamente ao mundo bloguístico.
    rsrrs
    boa semana........

    ResponderExcluir