sexta-feira, 27 de maio de 2011

Curso intensivo!

...


"Filho
é um ser que nos emprestaram para um curso intensivo de como amar alguém
além de nós mesmos,
de como mudar nossos piores defeitos para darmos os melhores exemplos
e de aprendermos a ter coragem.
Isto mesmo! 
Ser pai ou mãe é o maior ato de coragem que alguém pode ter, 
porque é se expor a todo tipo de dor, 
principalmente da incerteza de estar agindo corretamente
e do medo de perder algo tão amado.

Perder?  Como? Não é nosso, recordam-se? 
Foi apenas um empréstimo.

Só resta a nós, mães e pais, 
rezar e aproveitar todos os momentos possíveis ao lado das nossas ‘crias’, 
que mesmo sendo ‘emprestadas’ 
são a maior parte de nós !!!”

Autor Desconhecido José Saramago (*)

(eu e Gi em 26/02/2011 - niver de 9 anos!)

(eu e Gabizinho em 26/02/2011 - ele tinha 1 mês e 12 dias!!)

(eu e meus dois amores! em abril/2011
duplo "curso intensivo"!!! AMO!)

Abaixo o texto inteiro do Saramago 
(ou pelo menos achei q fosse!!! pois foi assim q recebi e também procurei no google!)
Boa leitura
e bom fds!!!
Bj
da Li


“Devemos criar os filhos para o mundo. Torná-los autônomos, libertos, até  de nossas ordens. A partir de certa idade, só valem conselhos.

Especialistas ensinaram-nos a acreditar que só esta postura torna adulto aquele bebê que um dia levamos na barriga. E a maioria de nós pais acredita e tenta fazer isso. O que não nos impede de sofrer quando fazem escolhas diferentes daquelas que gostaríamos ou quando eles próprios sofrem pelas escolhas que recomendamos.

Então, filho é um ser que nos emprestaram para um curso intensivo de como amar alguém além de nós mesmos, de como mudar nossos piores defeitos para darmos os melhores exemplos e de aprendermos a ter coragem.

Isto mesmo! Ser pai ou mãe é o maior ato de coragem que alguém pode ter, porque é se expor a todo tipo de dor, principalmente da incerteza de estar agindo corretamente e do medo de perder algo tão amado.
Perder? Como? Não é nosso, recordam-se? Foi apenas um empréstimo! Então, de quem são nossos filhos? Eu acredito que são de Deus, mas com respeito aos ateus digamos que são deles próprios, donos de suas vidas, porém, um tempo precisaram ser dependentes dos pais para crescerem, biológica, sociológica, psicológica e emocionalmente.

E o meu sentimento, a minha dedicação, o meu investimento? Não deveriam retornar em sorrisos, orgulho, netos e amparo na velhice? Pensar assim é entender os filhos como nossos e eles, não se esqueçam, são do mundo!

Volto para casa ao fim do plantão, início de férias, mais tempo para os fllhos, olho meus pequenos pimpolhos e penso como seria bom se não fossem apenas empréstimo! Mas é. Eles são do mundo. O problema é que meu coração já é deles.

Santo anjo do Senhor…

É a mais concreta realidade. Só resta a nós, mães e pais, rezar e aproveitar todos os momentos possíveis ao lado das nossas ‘crias’, que mesmo sendo ‘emprestadas’ são a maior parte de nós !!! “

Autor Desconhecido José Saramago (*)

*
recebi um comentário (anônimo...) dizendo q esse texto não é do Saramago:

Lilian,

Este texto não é do Saramago, é de autor desconhecido.

Eis aqui um esclarecimento dado por uma funcionária do Instituto José Saramago:


Temos sido questionados com frequência acerca deste assunto, e o que podemos esclarecer é que não reconhecemos o texto que circula na web como sendo da autoria de José Saramago, supondo nós tratar-se de mais uma falsa atribuição de autoria, como tantas outras impossíveis de impedir de circular.

Cordialmente

Rita Pais
Fundação José

Saiba mais aqui: http://www.marianaclement.com/2011/06/filhos-sao-do-mundo.html

Portanto estou alterando o post,
e se alguém souber a autoria do texto,
me avisem,
pq sendo do Saramago ou não,
eu achei ele lindo!!!!!
Obrigada

Bj
da Li
22/06/2011
...

8 comentários:

  1. Oi limnnnda seu baby é fofo Deus abençoe smpre vcs...

    ResponderExcluir
  2. adorei o post Li.
    Bom final de semana

    Beijos cheios do carinho de sempre para vcs 3

    Ka Montone

    ResponderExcluir
  3. é isso aí!
    muita saúde e felicidades ,il pra vc e filhotes!
    bjocas

    ResponderExcluir
  4. Oi Li. Que bom que vc gostou da postagem!! volte qdo quiser! bjus

    ResponderExcluir
  5. Oiê!

    Vim retribuir a visita, mas vim rapidinho, depois venho com calma bisbilhotar mais. Lindos seus filhotes!

    Bjão.

    Clau

    ResponderExcluir
  6. Lilian obrigada pelo carinho, saiba que eu te admiro muito... eu considero vc ema mulher com “M” maiúsculo... pois vc é determinada, corajosa e assume seus atos como poucas que eu conheço, alem de ser meiga, frágil e linda... beijos que Deus abençoe grandemente sua família.

    PS: Eu também gostei muito de falar com vc... obrigada por amizade e se fazer presente em um momento tão delicado da minha vida. E olha Li, vc esta em ótima forma, nem parece que teve neném a pouco tempo.

    (Ah! O texto é lindo e muito verdadeiro)

    ResponderExcluir
  7. Lilian,

    Este texto não é do Saramago, é de autor desconhecido.

    Eis aqui um esclarecimento dado por uma funcionária do Instituto José Saramago:


    Temos sido questionados com frequência acerca deste assunto, e o que podemos esclarecer é que não reconhecemos o texto que circula na web como sendo da autoria de José Saramago, supondo nós tratar-se de mais uma falsa atribuição de autoria, como tantas outras impossíveis de impedir de circular.

    Cordialmente

    Rita Pais
    Fundação José

    Saiba mais aqui: http://www.marianaclement.com/2011/06/filhos-sao-do-mundo.html

    ResponderExcluir
  8. Sobre o seu texto "curso intensivo", uma amiga entrou em contato com a fundação Saramago para saber sobre a autoria do referido, veja http://www.samshiraishi.com/definicao-de-filho-por-saramago/
    Beijus,

    ResponderExcluir